Tu és o Jardim

por Mancha

Jardim da Estrela – fotografia de Francisco d’Oliveira Raposo

Tu és o jardim
dos recantos secretos
que só eu sei
que só eu conheço.
Tu és o jardim
das fontes frescas
cristalinas e puras
que matam a minha sede.
Tu és o jardim
dos lagos serenos e mágicos
que espelham o teu olhar
Tu és o jardim
dos pássaros coloridos
das flores
dos cheiros
dos aromas
que só eu sinto
que só eu respiro.
Tu és o jardim
do coreto bordado
das valsas de Verão
do Jazz
das bandas
das sinfonias
que acendem as estrelas
e branqueiam o luar…

Tu és o jardim
de que todas as noites me despeço
a que todas as noites imploro
suplico
que nasça
renasça
que dance
que cheire
que toque
para que eu de novo possa viver!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.