à margem da lei

dizem que
“ele há leis e procedimentos…”
“querer tudo é meio caminho para nada ter”
e querem fazerem-nos esquecer
o que andámos para aqui chegar…

Já nos disseram
“Que é impossível,
a economia não aguenta,
com isso será o caos…”
quando se lutava
pelas 8 horas de trabalho

Já nos condenaram
como impenitentes
utópicos,
ou perigosos extremistas,
quando se lutava por
termos as nossas próprias associações,
como os senhores da industria têm as suas

Fomos vistos como anti-cristos,
destruidores da cristandade,
merecendo a tortura e a morte
quando lutámos pelo poder.

Hoje,
tudo isso se renova,
com o acrescento
dos que se arvoam
em nossos representantes,
querem dizer as mesmas coisas,
por outras palavras.

A culpa é da malta, pá
que não leva a luta ao voto,
a luta é da malta
que não tem consciência,
a culpa é da malta, pá
só da malta
que não vê, não crê,
não tem confiança
nos dirigentes

Pois, como dizia o velho Berthold
que tal demitir o povo,
eleger um novo?

É que a gente, pá,
está sempre à margem da lei,
porque esta, pá,
é feita pelos que nos oprimem.
E os que se querem dentro da lei,
tornam mais difícil,
mas não impossível,
essa emancipação

É assim tão difícil de compreender?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.