Cobardes

Vá matem o mensageiro. 
Chorem, 
ranjam os dentes, 
sonhem com comissões de censura.

Claro que 
não ouvem o clamor 
dos que produzem 
e são espoliados 
pelos Varas, 
os Salgados, 
todos os amigos chegados dos Cavacos, 
os engravatados facínoras 
que condenam ao desemprego, 
aos salários miseráveis, 
à saúde em degradação, 
milhões.

Venha a moralidade barata, 
a ética de retrete.

Quando o surdo clamor
troar nas avenidas, 
fugiram,
como cobardes 
que são.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.