Oração da Noite, ou, Instruções para o meu funeral

Raymond
poema de Raymond Maxwell
Raymond é um poeta americano e um amigo.
Foi Oficial da Marinha de Guerra Norte Americana, diplomata, professor, arquivista e bibliotecário. Esta casado com uma minha querida amiga, Filomena, da Guiné Bissau.
Escreveu The Lisbon Quintet – Five Sonets, cujo primeiro, numa pobre tradução aqui fica.

O original está aqui

 

 

 

 

Se vou morrer antes de acordar –
Oh, deixem lá. A minha alma saberá
exactamente o que fazer quando a escuridão
me envolver e ela ficar solta e livre

Guardem os meus restos mortais, o que restar
de mim, num pesado caixão de madeira,
como os que temos armazenados no estrangeiro
nos armazéns abandonados das embaixadas

Ponham-me no barco da Marinha de Guerra – enterrem-me
no mar, logo depois do limite das 12 milhas –
em águas internacionais – deixem-me afundar

Silenciosa, pacificamente, até ao fundo,
onde marinheiros perdidos ainda patrulham
e os meus ancestrais esperam o meu retorno

Anúncios

5 opiniões sobre “Oração da Noite, ou, Instruções para o meu funeral”

  1. Lindo. Simplesmente profundo. Conheço Raymond Maxwell e sua linda espisa Filomena quando passaram por Angola como diplomatas. Adoro ler os poemas deste homem de escrita leve e fina.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.